Como está São Paulo de pois da crise hídrica de 2014? Veja como você pode ajudar!

Depois da intensa crise hídrica de São Paulo em 2014 você certamente deve ter repensado seu consumo de água. No entanto, ainda tem muita gente que pouco se preocupa em relação a isso.  Muitas pessoas jogaram o problema nas costas da Sabesp. De certa forma, a empresa sabia que a cidade corria risco e mesmo assim não tomou iniciativas. No entanto, somente aumentar o sistema não seria suficiente para dar conta de abastecer os 8,8 milhões de pessoas que dependem hoje principalmente do sistema Cantareira.

Quando a crise  hídrica atingiu o estado o consumo médio era de 68 mil litros por água por segundo de acordo com dados da Sabesp. Quando o racionamento começou a acontecer na cidade esse gasto foi reduzido somente para 26% a menos  com um gasto de 49 mil litros de água por segunda. Mesmo assim não era o suficiente para garantir que o volume morto do sistema chegasse ao fim de vez. É claro, que depois do susto algumas medidas passaram a ser tomadas.

Você sabia por exemplo que agora quem economizar pelo menos 20% na conta de água terá um desconto de 30% na conta de água. É como se fosse lhe parabenizar por adotar mudanças na sua conta e com isso não somente ter boa notícia para o seu bolso, mas como uma consciência coletiva. É o que diz a Carta da Terra e precisa ser aplicado de outras formas no estado também.

Faça o teste na sua casa e ao pagar boleto Sabesp atrasado veja o quanto isso vai lhe sair mais barato e também perceba que o seu consumo de água é insignificante em relação ao que é gasto por segundo em São Paulo. Mas considerando essa mudança em 8 milhões de casas isso pode ser sim muito significativo. Não deixe para os outros, tome a posição por suas atitudes. Seja protagonista do seu futuro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *