A cobertura 4G aqui no Brasil

LTE é atualmente a única tecnologia comercializada como conexões móveis 4G no Brasil. A tecnologia, que introduziu pela primeira vez no Brasil pela TV via satélite SKY operou em 2011 como o primeiro esforço da companhia em lançar um serviço de assinatura de internet em casa.

Conexões LTE por meio do telefone móvel só foram disponibilizados no país em 2012, na sequência de um leilão pela Agência Nacional de Telecomunicações, ou Anatel, de espectros de 2.5GHz de banda larga para as grandes maiores operadoras brasileiras: Vivo, Claro, Tim e Oi.

Após o leilão, as operadoras de tese tiveram uma série de requisitos por parte da Anatel para a implementação de redes LTE: como cobrir todas as cidades que sediaram a Copa do Mundo de 2014 correspondente até o final de 2013 e que abranja todas as cidades brasileiras com mais de 200.000 habitantes até o final de 2015, por isso, por enquanto estão obrigadas a oferecer conexões 4G em certas áreas rurais que utilizam o espectro de 450MHz.

download

Depois de testar em um número de cidades brasileiras, a capital do estado principal estado nordestino, o Recife, que foram os primeiros a receber cobertura 4G no Brasil, fornecido pela operadora Claro em dezembro de 2012. O ano de 2013 viu a rápida expansão das redes LTE, principalmente motivados por exigências do leilão. Até o final do ano, 81 municípios brasileiros tinham cobertura 4G, incluindo as 12 cidades que sediaram a Copa do Mundo da FIFA. Em setembro de 2014, a Anatel estabeleceu um segundo leilão de espectro LTE, esta em relação ao espectro de 700 MHz. Um aspecto controverso deste leilão o que fizeram os vencedores Claro, Tim e Vivo eram obrigados a reembolsar os custos de empresas de TV brasileiros fez a transição do analógico para o formato de transmissão digital, um procedimento que estava previsto para começar em 2016 e terminar em 2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *